Mário Centeno diz que economia portuguesa está em níveis de 2019, mas diferente

O governador do Banco de Portugal (BdP), Mário Centeno, afirmou hoje, em Lisboa, que a economia funciona como um todo e que está em níveis de 2019, embora diferente da que existia antes da pandemia de covid-19.

“A lição que temos que tirar destes acontecimentos, é que a economia funciona como um todo e está aos mesmos níveis de 2019, mas diferente”, afirmou Mário Centeno, que falava no final de um almoço organizado pelo International Club of Portugal.

Num discurso dedicado à inflação, Centeno notou que a economia tem hoje menos serviços e a indústria tem um maior peso agregado.

O governador referiu que é necessário garantir “condições de financiamento para todos os setores”, vincando ainda que, na área do euro, existem “preocupações de fragmentação financeira a tomar em conta”.

O antigo ministro das Finanças apontou que o consumo privado está abaixo dos níveis pré-pandemia, ao contrário do que acontece, por exemplo, nos Estados Unidos.

No que se refere aos salários, “apesar das indicações da crescente escassez de mão-de-obra na área do euro”, mantém-se uma tendência de crescimento.

Para Mário Centeno, é ainda importante “ir acompanhando a evolução das expectativas de inflação e a ancoragem dos indicadores salariais”.

Por outro lado, sublinhou que “uma eventual desancoragem das expectativas da inflação” preocupa “fortemente” os bancos centrais, que trabalham a médio prazo.

“As medidas que [os bancos centrais] têm para combater a inflação têm um efeito que é muito significativo, mas a desancoragem das expectativas de inflação está, muitas vezes, traduzida no risco de falta de credibilidade e, portanto, é uma enorme preocupação”, acrescentou.

Ler Mais


Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.