Mais um infetado na Europa. Confirmado caso de coronavírus na Alemanha

As autoridades alemãs confirmam que um homem que regressou recentemente de Wuhan está infetado com o coronavírus. O homem reside no distrito de Starnberg, na Baviera, e de acordo com a Secretaria Estadual de Saúde e Segurança Alimentar, o doente está em boas condições clínicas.

“Está a ser monitorizado clinicamente e está isolado”, anunciaram as autoridades nesta segunda-feira à noite, citadas pela imprensa alemã. As pessoas que tiveram contacto próximo com o homem serão informadas e aconselhadas sobre possíveis sintomas, medidas de higiene e rotas de transmissão.

Ficou agendada para terça-feira uma conferência de imprensa com pormenores mas o porta-voz do Ministério da Saúde deixa uma mensagem de algum otimismo. “O risco da população da Baviera ser infetada com o novo coronavírus é atualmente considerado baixo”, disse.

Na China já vai em 106 o número de mortes, com o último óbito a acontecer com um residente de Pequim, o primeiro caso na capital. Há mais de 2.800 infetados com o novo coronavírus detetado no final do ano em Wuhan, capital da província de Hubei (centro).

Além do território continental da China, também foram reportados casos de infeção em Macau, Hong Kong, Taiwan, Tailândia, Japão, Coreia do Sul, Estados Unidos, Singapura, Vietname, Camboja, Nepal, Malásia, França, Austrália e Canadá.

O ministro da Saúde chinês, Ma Xiaowei, alertou no domingo que os infetados podem transmitir a doença durante o período de incubação, que demora entre um dia e duas semanas.

Durante aquele período, os infetados não revelam sintomas, o que anula o efeito das medidas de rastreio, como medição de temperatura nos aeroportos ou estações de comboio.

Os sintomas incluem febre, dor, mal-estar geral e dificuldades respiratórias.

 

Ler Mais
Artigos relacionados
Comentários
Loading...

Multipublicações

Marketeer
Quer ir ao Burning Man? Cuidado com os bilhetes falsos
Automonitor
#Ensaio – Mercedes-Benz GLC 220d – A medida perfeita