Magnata chinês autorizado a construir palácio privado de oito andares com vista para o Hyde Park, no centro de Londres

Um bilionário chinês recebeu autorização para construir um palácio privado de oito andares e 5.760 metros quadrados com vista para o Hyde Park, no centro de Londres, segundo o ‘The Guardian’.

A permissão foi concedida pelo conselho da cidade de Westminster a Cheung Chung-kiu, um magnata do setor imobiliário de Hong Kong, que pôde demolir parcialmente e reconstruir o 2-8A Rutland Gate, em Knightsbridge, a fim de construir a sua nova mansão, que deverá valer em torno de 583,37 milhões de euros.

A decisão do conselho, de permitir que o projeto vá em frente, veio poucos meses depois de impor a proibição de novas residências do tipo “monopólio”, para promover a acessibilidade na habitação.

De acordo com o conselho de Westminster, não foi possível bloquear o projeto, dado que o local era anteriormente uma única habitação e as regras permitiam que fosse substituído.

O conselho também confirmou que Cheung não será obrigado a contribuir para a construção de nenhuma casa a preços acessíveis no bairro, como acontece com a maior parte dos empreendimentos de propriedade privada de grande escala.

“Este ano, o conselho introduziu uma política que impedirá a construção de novas casas com mais de 200 metros quadrados. Esta política não se aplica à reabilitação de moradias isoladas existentes. Construir o tipo certo de casa para as pessoas morarem é uma prioridade para o município e Westminster entregou mais de 725 novas casas a preços acessíveis desde 2017 ”, explicou um porta-voz do conselho.

A propriedade era anteriormente uma casa de 45 quartos do príncipe herdeiro Sultan bin Abdul-Aziz, da Arábia Saudita, que morreu em 2011.

Cheung comprou a propriedade, que foi construída na década de 1830, por 239,18 milhões de euros, num negócio que a tornou a propriedade mais cara alguma vez vendida no Reino Unido.

Ler Mais


Comentários
Loading...