Lucro do grupo Ericsson aumenta 30% em 2021 para 2196 milhões de euros

No ano passado, os resultados operacionais (EBIT) da Ericsson aumentaram 14%, para 31.800 milhões de coroas suecas (3.036 milhões de euros), e as vendas líquidas atingiram 232.000 milhões (22.179 milhões de euros), um valor quase idêntico ao do ano anterior.

No último trimestre de 2021, a empresa sueca obteve um lucro de 10.100 milhões de coroas suecas (964 milhões de euros), uma subida de 41% face ao mesmo período de 2020.

De outubro a dezembro, o lucro operacional atingiu 11.900 milhões de coroas (1.136 milhões de euros), uma melhoria de 8%, e as vendas líquidas atingiram 71.300 milhões (6.808 milhões de euros), o que representa uma subida homóloga de 3%.

“A nossa estratégia de investir na liderança tecnológica e em maiores quotas de mercado no nosso negócio principal permitiram um resultado financeiro sólido em 2021”, lê-se no balanço da empresa.

A Ericsson destaca o crescimento registado na América do Norte, Europa e América Latina na sequência da implantação da rede 5G e de maiores quotas de mercado, que compensaram o recuo registado na China.

As autoridades suecas excluíram em 2020 as chinesas Huawei e ZTE do desenvolvimento da tecnologia 5G por motivos de segurança, ao abrigo de uma lei aprovada pelo Parlamento, numa decisão controversa confirmada meses depois pelos tribunais.

A atuação das autoridades foi criticada tanto pelo Governo chinês, como pela própria Ericsson, que é concorrente da Huawei, mas tem grandes interesses no mercado daquele país asiático.

Ler Mais


Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.