Lipor cria Centro Internacional de Competências em Gestão de Resíduos

A Lipor está a criar um Centro Internacional de Competências em Gestão de Resíduos, um “projeto arrojado” que pretende desenvolver investigação, formação em governança, capacitação e transformação digital.

Em declarações à Lusa, a propósito da apresentação do projeto, que terá lugar sábado, na reabertura da Casa do Corim, na Maia, o presidente do conselho de administração da Lipor, empresa que trata da gestão e tratamento de resíduos de oito municípios do Grande Porto, explicou que aquela nova valência quer ser um “projeto de agregação” de várias entidades.

“A Lipor não pode fazer isto sozinha. Nós estamos a lançar [o projeto], mas tem que ser obrigatoriamente um projeto para agregar empresas, municípios, academias”, apontou José Manuel Ribeiro.

O também presidente da Câmara Municipal de Valong explicou que o objetivo do novo centro é “ter uma dimensão internacional de competências” para a gestão em matéria de resíduos.

“Vai estar focado na investigação e desenvolvimento de domínios de governança, capacitação, transformação digital, inovação, na área dos resíduos, procurando também a criatividade de soluções e a prospetiva. Queremos pensar a 20, 30 anos, saber hoje o que precisamos no futuro e como podemos satisfazer essas necessidades”, salientou.

O projeto, disse, “está numa fase inicial de desenvolvimento, está a agregar esforços e entidades” e “para já” vai ficar instalado na Casa do Corim, cedida pela autarquia da Maia.

“O objetivo é crescer e no futuro, a médio prazo, termos um edifício de raiz para este centro que vai ser muito importante para o setor dos resíduos”, disse.

A LIPOR – Serviço Intermunicipalizado de Gestão de Resíduos do Grande Porto – é responsável pela gestão, valorização e tratamento dos resíduos urbanos dos municípios de Espinho, Gondomar, Maia, Matosinhos, Porto, Póvoa de Varzim, Valongo e Vila do Conde.

Ler Mais



loading...

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.