LinkedIn descobre falha e pede desculpa. Saiba se foi um dos afetados e o que pode fazer

A rede social profissional descobriu uma falha no serviço, que impediu a entrega de algumas mensagens enviadas pelos utilizadores. O LinkedIn explicou a situação num e-mail enviado aos lesados e apontou as soluções existentes para o problema. «Descobrimos e corrigimos um erro recente com as mensagens do LinkedIn que resultou em algumas das mensagens enviadas não serem entregues», lê-se no documento, citado pelo ‘Expresso’.

A empresa garante estar disponível para dar acesso a «uma cópia dessas mensagens não entregues». Para isso, os afetados têm de preencher um breve formulário até 11 de Fevereiro de 2020 e esperar o contacto de um representante do LinkedIn. O problema pode ser mais grave por estar em causa uma rede utilizada em ambiente profissional, onde o serviço de mensagens pode ser usado como um primeiro contacto.

O número de utilizadores lesados e as regiões em que o problema foi detectado ainda não foram divulgados pela rede social.

Artigos relacionados
Comentários
Loading...

Multipublicações

Marketeer
Guerra do streaming: consumidores dão oportunidade aos novos players
Automonitor
As ideias (brilhantes) da Skoda