Johnson suspende votação do acordo e recusa adiar o “Brexit”

A Câmara dos Comuns votou hoje a favor de uma proposta que força o primeiro-ministro britânico a pedir um adiamento do ‘Brexit’ até ser aprovada no parlamento britânico a legislação que regulamente o acordo de saída. Boris Johnson já adiantou que recusa negociar um adiamento da saída com a UE e comprometeu-se a avançar com a legislação necessária na próxima semana.

A proposta de adiamento da decisão — conhecida como emenda Letwin — foi aprovada por 322 votos a favor e 306 votos contra, devido ao apoio do Partido Democrata Unionista (DUP) da Irlanda do Norte e de antigos deputados conservadores atualmente a exercer como independentes.

A iniciativa para suspender os efeitos da votação ao acordo foi apoiada pelo Partido Trabalhista e pelos outros países da oposição, apesar dos pedidos do governo para ser retirada.

O objetivo, explicou o primeiro subscritor, Oliver Letwin, que reiterou o apoio ao acordo apesar de ter sido expulso do partido Conservador em setembro juntamente com 20 colegas, “é manter em vigor a rede de segurança prevista na ‘lei Benn’, que nos impede de sair automaticamente se não houver acordo até 31 de outubro”.

Ler Mais
pub

Artigos relacionados
Comentários
Loading...