Jeff Bezos dá conselho a novo CEO do Twitter: “Não queiras ser Steve Jobs”

Bezos é visto como um líder de sucesso, não só dentro da Amazon, mas também por outras grandes empresas de tecnologia. Teve, até, algumas decisões no Twitter, onde a Amazon possuía parte da participação por ações. Em 2010, dá um conselho que veio a tornar-se conhecido, a Dick Costolo, o novo CEO da rede social depois de alguns anos complicados.

Num dia, enquanto decorria uma reunião com o fundador e investidor bilionário da Amazon para traçar novas estratégias, Bezos disse a Costolo para não gerir o Twitter da maneira que “a última pessoa ou a anterior fez”. Por outras palavras, o conselho de Bezos não foi uma crítica ao antecessor de Costolo, ao ex-CEO do Twitter Evan Williams ou a Jack Dorsey . Era apenas a sua maneira de dizer que para se administrar empresas sociais não deve seguir-se um modelo.

Costolo explicou ainda que a sua abordagem empreendedora “não olhava para a de Steve Jobs”, ex-líder carismático da Apple, “ou qualquer outra pessoa”. Para ele, Jobs foi seleto sobre os projetos em que estava envolvido uma vez que “gostava de fazer tudo” e que as suas equipas, muitas vezes, “tinham que convencê-lo” das suas ideias.

Esta história foi contada num podcast onde Jeff Besos participou com um conselho para transmitir ao novo CEO do Twitter, Parag Agrawal, que tomou rédeas ao negócio do fundador Jack Dorsey em novembro. Costolo, por sua vez, acrescentou que se Agrawal devia seguir este conselho e de “ser ele mesmo” e fazer as coisas à sua maneira, “vai ficar bem”.



Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.