Já estão selados os nomes que vão reger a administração do Banco de Fomento. Vítor Fernandes continua fora do baralho

A Comissão de Recrutamento e Seleção para a Administração Pública (CReSAP) aprovou todos os nomes que vão ocupar a equipa da administração do Banco Português de Fomento. A nomeação de Vítor Fernandes, que seria chamado para o lugar de chairman ficou em standby, como aliás já tinha anunciado o ministro da Economia, Pedro Siza Vieira no Parlamento, já que o nome do executivo está envolvido na Operação “Cartão Vermelho”.

Beatriz Freitas, até então CEO da instituição, será a presidente executiva; Rui Dias assumirá o lugar CFO da instituição, Susana Antunes será responsável pelo departamento de risco.

A nomeação de Vítor Fernandes para liderar o conselho de administração do Banco de Fomento foi congelada devido à operação “Cartão Vermelho”, em que é arguido o presidente do Benfica, Luís Filipe Vieira.

“Entendemos que deve ser protegida a situação do banco, das suas equipas operacionais e assegurar-mos que esta situação, que tem que ser investigada e apurada, não acabe por contaminar a posição do próprio Banco de Fomento”, argumentou na altura Siza Vieira.

Já antes o Banco de Portugal tinha garantido que “toda a informação” sobre a relação entre Vítor Fernandes e Luís Filipe Vieira, “será devidamente ponderada”.



Comentários
Loading...