Itália avança no desconfinamento e reabre aeroportos e fronteiras

Itália reabre todos os aeroportos a partir desta quarta-feira, dia 3 de Junho, na mesma altura em que também reabre as fronteiras, depois do encerramento provocado pela pandemia da covid-19, segundo um anúncio feito pela ministra dos Transportes, Paola de Micheli.

«Vai ser possível realizar a reabertura de todos os aeroportos a partir de dia 03 de junho, quando se vai permitir de novo viagens entre regiões e viagens internacionais e vai acabar toda a limitação ao transporte público», disse na altura a responsável perante a Câmara dos Deputados.

Na segunda-feira o governo italiano anunciou que apesar da reabertura de fronteiras aos países internacionais, as mesmas vão manter-se fechadas para aqueles que impõem restrições de entrada a cidadãos italianos, devido ao princípio da reciprocidade.

«Acreditamos no espírito europeu, mas estamos prontos para fechar as fronteiras àqueles que não nos respeitam», disse na altura o ministro dos Negócios Estrangeiros, Luigi Di Maio.

«As negociações serão abertas a 3 de Junho, porque lidar com um Estado estrangeiro enquanto ainda temos regras restritivas é complicado», afirmou citado pelo ‘Corriere della Sera’. «Acreditamos na colaboração, mas também na reciprocidade. Será esse o espírito que levarei nas minhas próximas viagens à Alemanha, Eslovénia e Grécia», disse Di Maio.

O ministro lembrou que a Itália «se distinguiu pela transparência» em relação aos dados da pandemia da covid-19 e que os actuais números «são muito reconfortantes». «Não queremos gerar polémica, mas se alguém planeia fechar-nos a porta, devido apenas aos seus próprios interesses, teremos de responder», sublinhou.

O encerramento de toda a actividade e confinamento no país foi decretado no dia 09 de Março. A 04 de maio foi permitido o regresso ao trabalho de sectores como a construção ou de fabrico e desde 18 de maio foram reabertos a maioria dos negócios.

O levantar de restrições vai continuar hoje com a permissão de viagens entre regiões e a reabertura das fronteiras a viajantes da União Europeia, que não devem ficar em quarentena, uma medida que visa salvar a temporada turística de verão.

A linha aérea italiana Alitalia adiantou que ainda este mês vai retomar então as ligações com Espanha, concretamente Madrid e Barcelona, com Nova Iorque e a ponte entre Milão, no norte, o epicentro da pandemia, e o sul do país.

A crise do novo coronavírus afectou o transporte aéreo devido ao encerramento de fronteiras de muitos países com Itália e os aeroportos do país perderam 11,5 milhões de passageiros só no mês de Março, segundo a Assaeroporti, a Associação Italiana de Gestão Aeroportuária.

Esta associação prevê ainda que, apesar da reabertura, a pandemia pode desencorajar o turismo em Itália, que previa 200 milhões de passageiros este ano, mas agora acreditam que vão perder 120 milhões de turistas.

Itália regista actualmente 33.530 vítimas mortais pelo novo coronavírus e ainda 233.515 casos confirmados de infecção pela doença viral, de acordo com os últimos dados divulgados na tarde de terça-feira pelas autoridades de saúde do país.

Ler Mais
pub

Comentários
Loading...