Isabel dos Santos deve 570 milhões aos bancos portugueses

A banca portuguesa tem uma exposição de, pelo menos, 570 milhões de euros a Isabel dos Santos e às suas empresas. Para evitar surpresas, o Banco de Portugal (BdP) pediu aos bancos uma atualização destes números, avança o ‘Expresso’ na edição deste sábado. Além disso, o supervisor quer ter a certeza de que todos os financiamentos estão cobertos por imparidades de forma adequada.

Os créditos bancários do universo empresarial da filha do ex-Presidente de Angola estão repartidos por 13 instituições bancárias, embora mais de metade dos financiamentos esteja concentrada em apenas três bancos. De acordo com o semanário,  uma parte significativa do total — 290 milhões — são responsabilidades potenciais, não sendo ainda definitivas.

A grande maioria dos empréstimos deve-se aos investimentos de Isabel dos Santos na Efacec, onde tem uma participação de perto de 70%. Caixa Geral de Depósitos, Banco Montepio, Novo Banco, BPI e BCP foram os bancos envolvidos no financiamento à empresa industrial.

Por indicação do supervisor, adianta o mesmo jornal, as instituições de crédito terão de reportar a informação atualizada sobre estes financiamentos. E não são os únicos a ter este trabalho, também os seus auditores externos terão de analisar a adequação dos níveis de imparidade sobre estas operações.

A avaliação não será apenas sobre entidades detidas por Isabel dos Santos mas também sobre aquelas onde pode exercer influência na gestão e ainda aquelas que se suspeite que possam atuar no interesse da empresária, conclui o semanário.

Artigos relacionados
Comentários
Loading...

Multipublicações

Marketeer
Quer ir ao Burning Man? Cuidado com os bilhetes falsos
Automonitor
#Ensaio – Mercedes-Benz GLC 220d – A medida perfeita