Influência ou poder?

Por Nelson Pires, General Manager da Jaba Recordati

 

Ser influente ou poderoso, qual a melhor estratégia?

Ter poder significa ter a capacidade, possibilidade, empowerment, autoridade, força ou capacidade para fazer algo. Por norma o poder é formal. É atribuído por alguém, individual ou colectivo. Não é eterno e existem vários tipos de poder: o executivo, judicial, patronal, espiritual, paternal, temporal… pode ser arbitrário, pode ser de mandar ou agir, de comandar ou controlar.

A influência é a preponderância e ascendência que temos em alguém ou em alguma organização, para que esta faça algo, para atingir determinado resultado. A influência conquista-se por variados motivos, sendo que esta ascendência pode advir do conhecimento, relacionamento, importância, prestígio, delegação de autoridade, comportamentos considerados exemplares…

Julgo que interpretado de forma enviesada, o poder é apenas uma das formas de influência.

E nós, Queremos ser poderosos ou influentes? Eu prefiro ser influente. Por respeito, por reconhecimento, por prestígio, por seriedade, por ser ESG, por cumprir o que prometo, por ser leal, por inúmeros motivos. Pelo menos é assim que gostaria de ser lembrado. Persuasão, indução e argumentação são fundamentais. Nunca ser como um DDT (Dono Disto Tudo), pois como sabemos, será sempre alguém que tem uma ascensão meteórica e uma queda que pode ser lenta, mas gigantesca.

A influência é duradoura, o poder não. Gera discricionariedade e muitas vezes prepotência. Pode Gerar Inveja, criar inimigos (alguns desnecessários). Enquanto que a influência gera anuência voluntária.

Outro ponto importante é a capacidade de decisão, pois a influência Não significa que não existindo poder, não se tomem decisões por não existir quem o faça.  Procrastinar decisões, muito típico dos Portugueses, não acontece por isso, mas por factores culturais. Quem tem poder, decide; quem é influente, garante que quem tem poder, decide. E muito importante, Mesmo pessoas com autoridade formal podem ser influentes e exercer essa influência mais do que a autoridade. Acontece muitas vezes numa liderança participativa.

Nelson Mandela era um líder influente com poder; Steve Jobs era um visionário poderoso. Ambos atingiram os seus objectivos mas de forma diferente.

Importa muito identificar na nossa vida e relações, especialmente nos Negócios, quem é o poderoso e quem é o influente.

Em suma, influência é um conceito mais inteligente de vida do meu ponto de vida. Deve ser treinado e estimulado através do conceito BBQ, pois a atração para o poder é inata no ser humano. E como o fazer? Seguem aqui alguns pequenos conselhos que funcionam para mim, pois entendo que ninguém nasce influente, mas faz-se influente.

Conceito BBQ (Balance Brain Quality) diário:?

  • desporto para manter um auto-equilíbrio que melhore a sua auto-estima
  • 5 páginas de leituras que lhe permitam aprender algo novo
  • Máximo 1h de tv para não ser bombardeado com notícias negativas
  • Máximo 1h em frente ao computador ou sentado na secretária, com intervalos de 10m para caminhar e relaxar
  • Telemóvel nunca poisado na mesa de refeições
  • Cortesia e boa educação com todos, desde o CEO ao recepcionista da empresa
  • Afaste-se das pessoas negativas, que lhe dão sensação de frustração, tristeza ou outra qualquer. Não fique em esforço, não atenda!
  • 15m diários de tarefas de estímulo cerebral (como Sudoku por exemplo)
  • Siga a sua intuição
  • Pratique actos humildes diariamente, como ouvir os seus colaboradores e a sua opinião, mesmo que contrariem a sua
  • Fale com a sua família no mínimo 1h por dia (não é estar ao lado mas conversar), ouça os seus filhos e tente respeitar algumas sugestões
  • Nunca perca uma boa oportunidade de aumentar a sua network
  • Genuinidade sempre, mesmo que tenha de dizer que não
  • Qualifique factos, nunca pessoas
  • Quando está numa reunião, esteja física e mentalmente nessa reunião ou noutro momento. Ou seja seja um ouvinte atento e dê importância a quem o contacta
  • Responda sempre aos e-mails dirigidos especificamente para si, no máximo em 24h, nem que seja para informar que recebeu o e-mail e está a tratar do assunto
  • Tente sempre criar a sua lista de factos e consequências “+” e “-“ na tomada de decisões, para si e para os outros
  • Faça as perguntas adequadas, no momento certo e com o público adequado (não exponha alguém apenas pelo prazer de mostrar que pode)
  • Aceite responsabilidades e ganhe credibilidade
  • Faça a gestão de tudo pelo exemplo
  • Comunique de forma verbal simples e arrebatadora, mas também de forma não- verbal
  • Simplifique as mudanças quando são necessárias ou inevitáveis
  • Nunca se esqueça que a liderança e influência acontece não apenas pelas suas competências, mas também pelo momento, ou seja quando essas competências se tornam fundamentais (exemplo: o Dr Faucci , considerado o maior especialista Americano de infecciologia, foi considerado pela revista Time, um dos cidadãos mais influentes do mundo; por causa do covid claro – o momento; nunca antes o seria, ou apenas o seria na sua área muito específica
  • Envolva-se com a sua comunidade participando em organizações e associações, fóruns de discussão, etc
  • Seja pró-activo e formule soluções para problemas; de preferência antecipe-os

E já agora, divirta-se sempre a ter sucesso!

Ler Mais

Comentários
Loading...