Inditex está a fechar todas as lojas Bershka, Pull & Bear e Stradivarius na China

A Inditex está a acelerar o processo de encerramento de todas as suas lojas físicas das marcas Bershka, Pull & Bear e Stradivarius na China, no âmbito da sua estratégia de absorção de lojas, intensificada ao longo de 2020 e que tem o gigante asiático, além da Espanha, como principais focos.

Segundo avança, esta quinta-feira, o portal especializado ‘WWD’, estes encerramentos ocorrerão ainda este mês. No final do terceiro trimestre do ano fiscal da Inditex, as três marcas adicionaram um total de 93 lojas na China continental: 37 da Pull & Bear, 34 da Bershka e 22 da Stradivarius. A primeira também possui cinco lojas em Hong Kong e 4 em Taiwan. A Bershka também tem seis espaços espalhados por ambos os territórios.

Assim, e apesar de o encerramento das lojas destas três marcas ter sido progressivo nos últimos meses, o processo vai agora acelerar nas próximas semanas. No final, a Bershka, Pull & Bear e Stradivarius venderão as suas roupas apenas através das suas lojas online.

Recorde-se que, em junho passado, aquando do anúncio dos resultados do primeiro trimestre, a Inditex anunciou que iria reduzir a rede global para 6.700 (no máximo 6.900) pontos de venda. Uma medida que afetaria mais diretamente os seus dois principais mercados, Espanha e China. Para o primeiro, projetou 250 a 300 encerramentos.

Para todas as operações na Ásia, estimou entre 340 e 400, mas durante o terceiro trimestre do ano a China foi o mercado que sofreu uma maior redução. O grupo têxtil reduziu sua presença física neste país em 88 lojas entre 31 de janeiro e 31 de outubro de 2020, com 61 fechos apenas no terceiro trimestre. Uma contração que fez com que este, historicamente o segundo mercado do grupo em número de lojas, fosse superado pela Rússia.



Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.