Iberdrola aposta em nova tecnologia para reflorestação com entrada no capital de startup espanhola

A Iberdrola anunciou na semana passada a entrada no capital da CO2 Revolution, uma empresa de biotecnologia que se dedica, entre outros âmbitos, à reflorestação com recurso a drones e sementes inteligentes, segundo o ‘Cinco Días’.

A operação ocorre através do seu Programa Internacional de Startups Perseus, que na última década tem identificado e promovido projetos e tecnologias com potencial no setor elétrico.

Através do programa Árvores, a elétrica espanhola visa desenvolver uma estratégia de reflorestação, prevendo semear oito milhões de árvores até 2025 e até 20 milhões até 2030, que será feito com espécies nativas (não apenas árvores), incluindo arbustos e gramíneas que contribuem para a preservação dos ecossistemas.

A Iberdrola reafirma, deste modo, o seu compromisso de aliar o desenvolvimento de projetos de energias renováveis ​​e a preservação da biodiversidade.

O CO2 Revolution contribuirá para o projeto recorrendo a uma tecnologia desenvolvida pela própria startup, que é capaz de repovoar até 100 vezes com mais rapidez do que os meios tradicionais, bem como semear até 100.000 sementes de árvores num único dia a baixo custo.

Até ao momento, o método da CO2 Revolution permitiu reflorestar 1.000 hectares de terras e evitou a emissão de 150.000 toneladas de CO2 na atmosfera.

Nas palavras do Diretor de Inovação e Sustentabilidade da Iberdrola, Agustín Delgado, uma das razões pelas quais a Iberdrola entrou no capital da startups justifica-se com “a abordagem inovadora com que a CO2 Revolution combina o uso de drones e big data, orientando efetivamente seu trabalho para melhorar a biodiversidade”, contemplando ” a economia do meio ambiente, por meio da colaboração com fornecedores locais, bem como a inclusão por meio de convénios com organizações”.

Segundo Juan Carlos Sesma, CEO da CO2 Revolution, a incorporação da Iberdrola como parceira representa “um marco nacional, pois incentiva ainda mais o compromisso constante com a I&D da CO2 Revolution e evidencia a real ambição climática de uma das mais grandes e importantes empresas” em Espanha.

As duas empresas têm em vista tornar a startup líder mundial em biotecnologia florestal aplicada à reflorestação e no combate às alterações climáticas.

O Programa Iberdrola-Perseo International Startups, que visa facilitar o acesso do grupo às tecnologias do futuro e promover a criação e o desenvolvimento de um ecossistema global e dinâmico de empresas de tecnologia e empresários do setor elétrico, tem um orçamento total de 125 milhões de euros, tendo já canalizado 85 milhões para o investimento em startups em pouco mais dez anos.

Ler Mais


Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.