Há uma empresa que quer os “direitos” do seu rosto (e paga 115 mil euros)

Há uma empresa privada anónima que está a oferecer 115 mil euros pelos direitos de caras que vão dar rosto a uma nova linha de robôs humanóides, escreve o “IFLScience”.

A empresa procura pessoas com um rosto «gentil e amigável» para dar cara a robôs. Será uma espécie de «amigo virtual» para idosos.

De acordo com o portal, o projecto, em desenvolvimento há cinco anos, deverá estar concluído no próximo. O objectivo é produzir «potencialmente milhares de versões dos robôs em todo o mundo».

«Os detalhes do projecto são escassos devido a um acordo de não divulgação que assinámos com o designer e os seus investidores», segundo a Geomiq, a empresa de engenharia britânica que estará a ajudar a desenvolver o robô. 

Independentemente disso, muitas pessoas ficaram curiosas – e confusas – sobre o porquê de a empresa não ter utilizado Generative adversarial networks (GAN), ou rede geradora de adversários, uma classe de algoritmos de Inteligência Artificial. «Estas pessoas já ouviram falar de GAN? Já existem conjuntos de dados com cem mil rostos realistas disponíveis», comentou um utilizador na rede social Twitter.

Artigos relacionados
Comentários
Loading...

Multipublicações

Marketeer
Nescafé Dolce Gusto abre casa pop-up só para amantes de café
Automonitor
SEAT Mii electric quase a chegar