Há quatro escolas de gestão portuguesas entre as melhores do mundo na formação de executivos

O Financial Times divulgou o ranking de Executive Education, avaliando escolas de negócio de todo o mundo que dispõem desta oferta formativa. Na edição de 2022, a Nova School of Business & Economics (Nova SBE) tem uma subida de mais de 20 posições, quer no ranking geral de escolas, onde se destaca como a escola portuguesa mais bem classificada, assim como nos rankings específicos para os Programas Abertos e Programas Customizados.

O prestigiado ranking de Executive Education 2022 do Financial Times, que elege as escolas com as melhores ofertas de Formação de Executivos no mundo, posiciona a Nova SBE no 22º lugar, uma subida significativa de 22 lugares face ao ranking anterior, e no 1º lugar em Portugal, pelo 3º ano consecutivo.

“Desde que estabelecemos o desígnio de criar em Portugal uma escola de negócios global, assumimos uma estratégia ambiciosa de afirmação nos rankings do Financial Times – o gold standard do reconhecimento internacional.”, afirma Daniel Traça, Dean da Nova SBE, acrescentando que “os resultados de hoje, como os de outros rankings do FT, demonstram que a ambição global de uma escola pública em Portugal é possível, e que a estratégia que seguimos é a apropriada. Estamos seguros que este caminho nos levará ainda mais longe nos próximos anos.”

O Financial Times (FT) colocou ainda outras escolas de gestão portuguesas entre as 50 melhores do mundo em executive education: a Católica Lisbon School of Business & Economics, a Porto Business School e o ISEG Lisbon School of Economics and Management são as restantes três escolas que marcam presença na lista do jornal britânico.



Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.