Guerra entre EUA e China é “nuvem negra” sobre a economia global

A maior ameaça à economia global é a guerra comercial entre os Estados Unidos e a China, de acordo com a próxima presidente do Banco Central Europeu.

Christine Lagarde, que sai dos comandos do Fundo Monetário Internacional para assumir a liderança do BCE a 1 de Novembro, garantiu em entrevista à CNBC que as tarifas que as duas maiores economias mundiais impuseram às exportações de bens dos dois mercados poderão ter um impacto de 0,8% no crescimento económico global no próximo ano.

«É um número enorme. São menos empregos. São menos negócios a acontecer. É menos investimento. É mais incerteza. Paira como uma grande nuvem negra na economia global», acrescentou Christine Lagarde.

Negociadores dos dois países vão reunir-se novamente em Washington em Outubro para resolver uma disputa comercial que dura há um ano e meio e que tem tido impacto negativo nos mercados financeiros, mas não só.

«Quanto mais tempo durar, mais a incerteza se vai instalar. E se for um investidor, uma empresa, quer seja pequena, média ou grande, não vai investir, vai esperar. Vai sentar-se e ver onde as cadeias de fornecimento serão organizadas”, afirmou.

A Europa também está no “olho do furacão”, depois do presidente Donald Trump ter ameaçado a Europa acusando-a de medidas proteccionistas.

Ler Mais
Artigos relacionados
Comentários
Loading...

Multipublicações

Marketeer
Domino’s Pizza vai deixar quatro mercados europeus
Automonitor
História: O dia em que o Papamóvel foi salvo