Gripwise cria dispositivo para detetar e monitorizar a síndrome de fragilidade dos idosos

A startup portuguesa Gripwise criou um dispositivo inovador para detetar e monitorizar a síndrome de fragilidade dos idosos, que lhe valeu o prémio Born from Knowledge (BfK) Awards, atribuído pela Agência Nacional de Inovação (ANI).

“O Gripwise é um projeto nascido do conhecimento, com elevado potencial de transferência para o mercado. Além de inovadora, a solução desenvolvida terá um enorme impacto na saúde de milhões de pessoas, numa altura em que a Europa, e não só, tenta combater os problemas criados pelo envelhecimento crescente da população. Reunidas estas condições, o Gripwise, é um justo vencedor da distinção BfK Awards”, explica João Borga, administrador da ANI.

O dinamómetro digital e portátil concilia Inteligência Artificial e big data, sendo de fácil utilização, com um aplicativo móvel associado, acessórios (para avaliar a força em diferentes grupos musculares, por exemplo) e uma plataforma em nuvem.

Além de avaliar a fragilidade nos idosos através de um procedimento sequencial simples, que pode ser feito por alguém menos capacitado, o sistema da startup portuguesa possui ainda características únicas, que permitem disponibilizar jogos de exercício físico para aumentar a atividade física dos idosos e promover a sua reabilitação.

O diagnóstico da síndrome de fragilidade dos idosos deve compreender três de cinco critérios, entre os quais a perda de peso (cinco quilos) no último ano, perda de força muscular, redução da velocidade de marcha, diminuição da atividade física e sensação subjetiva de exaustão, sendo que o novo dispositivo permite fazer uma avaliação automática e simples dos mesmos.

No ano passado, a Gripwise recebeu financiamento público e privado, no valor total de 616 mil euros.

 

Ler Mais


Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.