Grandes operadoras de telecomunicações unem-se contra dependência da Huawei no 5G

A espanhola Telefónica, a alemã Deutsche Telekom, a francesa Orange e a britânica Vodafone juntaram-se para limitar a dependência da Huawei no que ao 5G diz respeito, mas também de outras fabricantes de infra-estruturas como Ericsson ou Nokia. O jornal Cinco Días avança que quatro das maiores empresas de telecomunicações da Europa uniram forças para apoiar a implementação do Open RAN como a tecnologia preferencial para futuras redes móveis.

Esta é uma solução aberta, tanto em termos de software como hardware, e que permite a construção de redes móveis mais ágeis e flexíveis, apontando ao 5G. O acordo é tornado oficial através de um memorando de entendimento assinado pelas quatro operadoras e que deixa claro que o objectivo é tornar o Open RAN tão competitivo como as outras soluções disponíveis no mercado.

“Esta iniciativa é um marco importante para um ecossistema de fornecedores diversificado e renovado e para a disponibilização da rede tecnologia Open RAN com fiabilidade equivalente à de uma operadora, com o objectivo de alcançar uma implementação comercial oportuna na Europa”, lê-se no comunicado reportado pela mesma publicação.

Com os sistemas tradicionais de RAN, as redes são criadas com base em estações de comunicações móveis integradas, a partir das quais um só fornecedor controla toda a operação. Por outro lado, a tecnologia Open RAN promove a colaboração e interfaces abertas.

As quatro operadoras adiantam ainda que a Comissão Europeia e os governos de cada país têm um papel importante a desempenhar para fomentar e desenvolver este ecossistema aberto, nomeadamente através do financiamento e o incentivo à diversidade da cadeia de fornecimento.



Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.