Google financia combate à desinformação online com 12,7 milhões de euros

O Google e o YouTube doarão 12,7 milhões de euros à Rede Internacional de Verificação de Factos (IFCN) para combater a divulgação de desinformação ‘online’, anunciou hoje a empresa na conferência ‘Fighting Misinformation Online’, em Bruxelas.

A verba financiará a formação do Global Fact Check Fund para apoiar uma rede de 135 organizações de verificações de factos integradas na IFCN, que operam em 65 países e cobrem mais de 80 idiomas.

Para além disto, o dinheiro também será usado para apoiar os projetos já existentes e lançar novas iniciativas para aumentar informação e reduzir a desinformação e ‘fake news’.

Também a TechSoup Europe, uma rede que apoia as organizações sem fins lucrativos em toda a Europa para proporcionar competências digitais, receberá 2,4 ME para lançar um fundo acelerador para ajudar ONG’s na Europa Central e Oriental a lutar contra a desinformação.

A plataforma Demagog, que opera na República Checa, Eslováquia e Polónia, receberá cerca de 482 mil euros para a construção de um ecossistema de verificação de factos em toda a região e a agência CTK receberá 1,2 milhões de coroas checas (cerca de 49 mil euros), para preparar jornalistas locais e estudantes de jornalismo em toda a República Checa.

“O Google e o YouTube continuam dedicados a ajudar a encontrar o que se procura, fornecendo o contexto necessário para tomar decisões informadas sobre o que se vê ‘online'”, diz o comunicado da empresa.

Para além de fornecer apoio financeiro, os membros das equipas do Google e do YouTube estão a trabalhar com a Rede internacional de Verificação de Factos para explorar a cooperação, análise e ferramentas que os verificadores precisam para combater a desinformação em plataformas específicas e expandir recursos para países que não falam inglês.

O fundo será aberto em 2023, sendo a maior doação individual do Google e do YouTube para verificação de factos até o momento.

Ler Mais



loading...

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.