GlaxoSmithKline vai pagar mais de mil milhões de euros à iTeos Therapeutics para desenvolver tratamento contra o cancro

A empresa britânica GlaxoSmithKline concordou em pagar até 1,5 mil milhões de euros à iTeos Therapeutics, para que esta desenvolva um potencial tratamento contra o cancro, anunciaram hoje as duas empresas num comunicado conjunto, enviado às redações.

A iTeos, uma empresa com sede em Boston, vai inclusivamente receber um pagamento antecipado de 619 milhões de euros e poderá obter até 1,2 mil milhões de euros, mediante as fases de desenvolvimento que o programa alcançar.

A intenção da iTeos é desenvolver o EOS-448, um anticorpo monoclonal que atua como um agente anti-TIGIT, que até ao momento se mostrou promissor no combate ao cancro, ainda que em estudos iniciais.

Os tratamentos anti-TIGIT são novas imunoterapias experimentais contra certos tipos de cancros. Estes tratamentos, incluindo o da Roche (ROG. S) tiragolumab e Merck & Co (MRK.N) vibostolimab, são projetados para desativar a capacidade de um tumor “escapar ao sistema imunitário”.

O EOS-448 está a ser testado num estudo em estágio inicial em pacientes com tumores sólidos avançados. As GSK e iTeos planeiam, mais tarde, iniciar os estudos de combinação de EOS-448 com um medicamento contra cancro, o GSK dostarlimab.



Comentários
Loading...