Fórum Económico Mundial: onde crescemos e vivemos ainda determina o nosso estatuto

Portugal ocupa, este ano, a 24ª posição do ranking mundial de mobilidade social do Fórum Económico Mundial (FEM), em 82 nações analisadas, com 72 pontos em 100 possíveis.

Os cuidados de saúde, educação, acesso a tecnologia, oportunidades de carreira, condições de trabalho, salários justos, protecção social e instituições inclusivas foram os 10 critérios tidos em conta pelo FEM.

Assim, ainda de acordo com o mesmo relatório, a maioria das economias não disponibiliza as condições necessárias para a evolução dos seus cidadãos. As áreas mais desfavoráveis são os salários, a protecção social, as condições de trabalho e a formação ao longo da vida.

Ainda assim, a probabilidade de um descendente de uma família de fracos recursos socioeconómicos chegar a rico é muito maior nos países nórdicos. Dados do FEM indicam que a Dinamarca, Noruega, Finlândia, Suécia e Islândia são as cinco nações com mais mobilidade social, principalmente graças ao investimento na educação e emprego.

Muito abaixo, surgem o Reino Unido (21.º), EUA (27.º), China (45.º) e Índia (76.º). A Costa do Marfim ocupa o último lugar (82.º) da tabela.

Citado pelo “CNBC”, o economista alemão Klaus Schwab, fundador e presidente executivo do FEM, deixa o recado: «As consequências sociais e económicas da desigualdade são profundas e abrangentes: um crescente sentimento de injustiça, precariedade, perda de identidade e dignidade, enfraquecimento do tecido social, erosão da confiança nas instituições, desânimo nos processos políticos e erosão da sociedade». Considera, por isso, que é preciso um «esforço conjunto» entre privados e Governos para «criar novos caminhos para a mobilidade socioeconómico, garantindo que todos tenham oportunidades justas de sucesso».

Veja abaixo os 20 países com mais mobilidade social:

País Pontuação (até 100)
1.º Dinamarca 85.2
2.º Noruega 83.6
3.º Finlândia 83.6
4.º Suécia 83.5
5.º Islândia 82.7
6.º Países Baixos 82.4
7.º Suiça 82.1
8.º Áustria 80.1
9.º Bélgica 80.1
10.º Luxemburgo 79.8
11.º Alemanha 78.8
12.º França 76.7
13.º Eslóvenia 76.4
14.º Canadá 76.1
15.º Japão 76.1
16.º Austrália 75.1
17.º Malta 75.0
18.º Irlanda 75.0
19.º República Checa 74.7
20.º Singapura 74.6
21.º Reino Unido 74.4
22.º Nova Zelândia 74.3
23.º Estónia 73.5
24.º Portugal 72.0
25.º Coreia 71.4
Ler Mais
Artigos relacionados
Comentários
Loading...

Multipublicações

Marketeer
Quer ir ao Burning Man? Cuidado com os bilhetes falsos
Automonitor
#Ensaio – Mercedes-Benz GLC 220d – A medida perfeita