Foi há 10 anos. Ações da Tesla aumentaram mais de 4000% desde a estreia em bolsa

A Tesla assinala esta terça-feira os 10 anos de entrada em bolsa, numa estreia com ações no valor de 17 dólares, acima do intervalo esperado que apontava para um valor entre 14 e 16 dólares, noticia a ‘CNBC’.

A empresa levantou então cerca de 226 milhões de dólares, com as ações a subir, logo no seu primeiro dia, cerca de 41% e fechou a sessão a 23,89 dólares. Hoje, as ações da fabricante de veículos elétricos fecharam a 1.009,35 dólares, o que significa que as ações da Tesla aumentaram 4,125% desde o final de seu primeiro dia como empresa pública.

Esse desempenho das ações coloca Tesla ‘entre os campeões’, ao lado da Netflix, que foi a ação com melhor desempenho no S&P 500 durante a década de 2010. A Netflix aumentou 4.181% entre janeiro de 2010 e dezembro de 2019 mas as suas ações mais que duplicaram de preço entre janeiro de 2010 e junho de 2010. O que significa que a Netflix “apenas” ganhou 2.657% em valor desde a estreia da Tesla.

Contudo, também significa que as ações da Tesla superaram outros grandes nomes da tecnologia, como Amazon e Apple, bem como todas as principais montadoras.

As ações da Tesla tiveram muitos altos e baixos ao longo do caminho, incluindo uma queda de 30% em agosto de 2018, altura em que o CEO, Elon Musk, twittou que tinha “financiamento garantido” para tornar a empresa privada.

O regulador dos mercados acusou Musk de enganar o público e posteriormente Musk, individualmente, e a própria Tesla viriam a pagar multas de 20 milhões de dólares para colcoar um ponto final neste processo .

Mas as ações estão em alta desde o início de 2020, ano em que a Tesla instalou a sua fábrica em Xangai e começou a fabricar o Modelo Y na sua fábrica de automóveis em Fremont, Califórnia.

Desde a abertura do capital, a Tesla nunca alcançou um ano inteiro de lucros. A empresa reportou sete trimestres com lucro líquido maior que zero, desde a IPO – o primeiro foi no primeiro trimestre de 2013. Agora, reportou três trimestres consecutivos de lucro, com alguns ajustes ao longo do caminho, e estima continuar em terreno positivo no segundo trimestre.

A Tesla está agora a lutar para entrar no índice S&P 500, o que requer um mínimo de quatro trimestres consecutivos de lucros, entre outros critérios apertados.

Ler Mais
pub

Comentários
Loading...