Fluxos de empresas estrangeiras para offshores caem para metade

O volume das transferências feitas por empresas e cidadãos a partir de Portugal para paraísos fiscais teve uma queda significativa em 2019 face ao ano anterior, segundo as estatísticas mais recentes da Autoridade Tributária e Aduaneira (AT), cedidas ao “Público” pelo Ministério das Finanças.

De acordo com o jornal, esta quebra deve-se, sobretudo, ao facto de as empresas estrangeiras com contas abertas em bancos portugueses terem enviado para territórios offshore ou de baixa tributação metade do valor que tinham transferido em 2018.

As estatísticas da AT, escreve o “Público”, mostram que as transferências realizadas por residentes e não residentes em Portugal (a soma dos valores associados a empresas e cidadãos) caíram 33% face a 2018, de 8900 milhões de euros para um valor próximo, mas abaixo, dos 6000 milhões.

pub

Comentários
Loading...