Fidelidade destina 750 mil euros para premiar instituições sociais portuguesas

A 4.ª edição do Prémio Fidelidade Comunidade irá premiar o trabalho de sociais de todo o país nas áreas do envelhecimento, inclusão social de pessoas com deficiência ou incapacidade, e prevenção em saúde, atribuindo prémios no valor total de 750 mil euros.

Na primeira fase desta iniciativa foi distinguido o trabalho de nove instituições, com a atribuição de prémios no valor de 150 mil euros. Foram recebidas 263 candidaturas, sendo que a maioria das instituições vencedoras apresentou projetos na área do envelhecimento.

Os apoios mais solicitados ao Prémio Fidelidade Comunidade prendem-se com a contratação de recursos humanos, compra de viaturas, obras e equipamento hospitalar.

A atribuição do Prémio Fidelidade Comunidade divide-se em duas fases: 150 mil euros na primeira fase e 600 mil na segunda fase, esta última que premiará projetos de sustentabilidade das organizações, cujo lançamento está previsto para outubro deste ano.

As instituições premiadas nesta primeira fase, com valores entre os cinco mil e os 20 mil euros, para dar uma resposta imediata a necessidades locais e aos desafios urgentes do setor social, foram: A Gralha – Associação para o Desenvolvimento de Porto Covo; Associação de Apoio a Idosos e Jovens da Freguesia de Meca; Associação Portuguesa de Deficientes; Centro Paroquial Social Padre Agostinho Caldas Afonso; Centro Social e Paroquial de S. Martinho de Bougado; Centro Social Paroquial do Carmo, da Madeira; Clube Desportivo Garachico; Santa Casa da Misericórdia de Melgaço; Santa Casa da Misericórdia de Sernancelhe.



Comentários
Loading...