Fabricante Foxconn foge da China a pedido da Apple

Parceira da Apple no fabrico de equipamentos como o iPhone, a Foxconn decidiu mover parte da sua produção da China para o Vietname de forma a minimizar os riscos associados ao país liderado por Xi Jinping. Fontes citadas pela Reuters adianta que as linhas de produção em causa dizem respeito ao iPad e ao MacBook e que o pedido chegou da própria Apple.

A mesma agência noticiosa explica que o objectivo será diversificar a produção de forma a mitigar o impacto de uma guerra comercial entre os EUA e a principal potência asiática, conflito fortalecido pela administração de Donald Trump.

Desde que Donald Trump está na Casa Branca, as empresas têm sido incentivadas a retirar as suas fábricas da China. Além disso, os EUA têm apresentado propostas de impostos adicionais para importações deste país, bem como restringido a venda de componentes com tecnologia norte-americana a companhias chinesas.

As fontes da Reuters indicam que, neste contexto de tensão crescente, a Foxconn deverá começar a produzir iPads e MacBooks no Vietname já na primeira metade de 2021. «A mudança foi solicitada pela Apple. (…) Quer diversificar a produção na sequência da guerra comercial.»

Em comunicado, a Foxconn explica que não comenta a situação por respeito à privacidade dos seus clientes. A Apple, por seu turno, ainda não reagiu.


Comentários
Loading...