Ex-adjunto de Siza Vieira contratado pelo Banco de Fomento: Consultor estratégico vai receber 150 mil euros por dois anos de trabalho

Manuel Queiroz Ribeiro, de 31 anos e ex-adjunto de Pedro Siza Vieira, foi contratado pelo Banco de Fomento por ajuste directo como consultor estratégico, onde vai receber 150 mil euros por dois anos de trabalho.

Segundo avança o ‘PÚBLICO’, a contratação do ex-adjunto do ex-ministro da Economia foi feita em maio para prestar “serviços jurídicos, consultoria estratégica e relações institucionais”.

O contrato assinado no Porto dá conta que “pelo fornecimento dos serviços objecto do contrato (…), o BPF obriga-se a pagar (…) o preço constante da proposta adjudicada, no valor global de 150 mil euros, repartido entre 140 mil, a título de preço do fornecimento dos serviços, e dez mil euros a título de despesas de alojamento, alimentação e deslocação, acrescido de IVA à taxa legal em vigor, se este for legalmente devido”.

A publicação explica ainda que foi uma contratação que recorreu ao recurso direto pois a natureza do serviço não consente “a elaboração de especificações contratuais suficientemente precisas para que sejam qualitativamente definidos atributos das propostas necessários à fixação de um critério de adjudicação”.

A fatura mensal emitida pelo novo consultor estratégico ser emitida com o valor da vigésima quarta parte dos 140 mil euros da componente de prestação de serviços, o que corresponde a 5833,33 euros, em conjunto com a parte relacionada com despesas de alojamento, alimentação e deslocação, valor que não pode superar os 416,66 euros mensais.




loading...

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.