EUA: Biden lidera sondagens presidenciais. Trump cada vez mais afastado

Com as presidenciais norte-americanas de 2020 a uma distância de cinco meses, novas sondagens mostram que o ex-vice-presidente Joe Biden está na liderança, cada vez mais afastado do actual presidente Donald Trump, mesmo quando a aparente campanha do candidato democrata continua a ser dificultada pelo coronavírus, avança  ‘CNBC’.

Embora Biden tenha ultrapassado Trump na maioria das sondagens nacionais desde o anúncio da sua candidatura à Casa Branca em Abril de 2019, a liderança do ex-vice-presidente aumentou significativamente desde o mês passado, de acordo com os resultados da ‘RealClearPolitics’ (RCP).

A média da RCP actualmente dá a Biden uma vantagem de 7,8 pontos percentuais sobre Trump, um salto significativo da margem de 5,3 pontos que Biden conseguiu atingir no início de Maio.

Algumas sondagens individuais mostram uma diferença ainda maior entre Biden e Trump. Uma pesquisa da Universidade Monmouth, que contou com a participação de 742 eleitores, descobriu que o democrata está 11 pontos percentuais à frente do actual presidente norte-americano, com 52% dos votos, face a 41% do seu rival.

Biden marcou uma vantagem de 10 pontos face a Trump, numa outra sondagem com 835 eleitores. Para além disto, uma pesquisa da CNBC divulgada esta semana descobriu que Biden tem uma vantagem de 48% face aos 41% de Trump entre os prováveis ​​eleitores nacionais.

«Os nossos dados internos mostram de forma consistente o presidente Trump a tentar lutar contra um Joe Biden seguro em todos os nossos principais estados», disse Tim Murtaugh, director de comunicações da campanha de Trump, em comunicado à CNBC.

O New York Times informou esta quarta-feira que Trump está atrás de Biden, mesmo em sondagens privadas. O democrata também subiu recentemente à liderança nos mercados de apostas.

O director de pesquisas da Universidade Monmouth, Patrick Murray, sugeriu que a reação de Trump à morte de Floyd, está a contribuir para aumentar a vantagem de Biden.

«A reacção inicial à contínua agitação racial no país sugere que a maioria dos eleitores sente que Trump não está a lidar muito bem com a situação», disse Murray num comunicado de imprensa.

Ler Mais
pub

Comentários
Loading...