pub

Estudantes universitários já podem candidatar-se às Bolsas Santander Futuro

O Banco Santander mantém um forte compromisso com o progresso e o crescimento inclusivo e sustentável, com uma aposta consolidada no Ensino Superior que o distingue das outras entidades financeiras do mundo.

Já estão abertas as candidaturas para as Bolsas Santander Futuro 2020/2021, que se destinam a apoiar estudantes universitários com recursos económicos limitados – inscritos numa Instituição de Ensino Superior beneficiária de mecenato do Banco Santander e aderente ao programa – e que estejam determinados a prosseguir ou terminar um ciclo da carreira académica.

Depois do sucesso da primeira edição, no ano passado, o número de instituições do ensino superior que aderiram às Bolsas Santander Futuro subiu de 13 para 28, em todo o País. O número de bolsas disponíveis é quatro vezes superior para mais de 800, num investimento total de 550 mil euros. O período de candidaturas termina no dia 06 de Novembro de 2020.

As bolsas, num valor que pode ascender a mil euros, têm como objetivo contribuir para uma estabilidade financeira potenciadora de um melhor desempenho escolar dos beneficiários. O mérito escolar é um dos principais critérios, assim como a necessidade de apoio financeiro para os universitários poderem prosseguir os estudos no 1º e 2º ciclo do ensino superior.

Podem candidatar-se os alunos das universidades e institutos de todo o País que mantêm parcerias com o Santander Universidades. Entre os critérios de elegibilidade dos candidatos às bolsas, inclui-se a situação de desemprego comprovado através de registo no IEFP – Instituto do Emprego e Formação Profissional.

A apresentação de prova de situação económico-financeira que conduz o aluno à necessidade da bolsa para prosseguir os seus estudos, assim como o facto de o candidato estar a estudar numa universidade localizada a mais de 50 km da sua residência, são outros critérios de elegibilidade para as novas bolsas.

Ler Mais
pub

Comentários
Loading...