«Estou cansado disto»: Ventura ameaça demitir-se caso guerras internas não parem

Em ultimato via WhatsApp, deputado e presidente do Chega ameaça demitir-se este verão caso crispação interna não acabe.

“Estou cansado disto”, escreveu André Ventura às distritais do Chega via WhatsApp. “Ando pelo país a explicar às pessoas que somos diferentes, às vezes com horas de viagem e minutos de sono, e o que oiço, a quilómetros de distância, é: já viu o que está escrito nesta página do Chega? E nesta página deste dirigente? Se este ambiente continua no partido, demito-me antes do verão. Não estou para isto!”, lê-se na mensagem a que a Sábado teve acesso.

No desabafo, o líder critica “o que faz uma grande parte do partido”: “Andar nas redes sociais a lançar lama sobre outros, a responder ou a fazer provocações, ou a policiar. (…) Controlem-se”, pede o dirigente.

Fonte da direção do partido explicou que o ambiente crispado deve-se “a uma sede de poder”: “Têm as autárquicas no horizonte. Chamam nomes uns aos outros, militantes processam outros militantes.”

No ultimato feito por Whatsapp, André Ventura classificou a guerra interna como “deplorável”: “Estamos a dar aos portugueses um espetáculo deplorável nas redes sociais.”

pub

Comentários
Loading...