“Estamos a aproximar-nos a passos largos do fim do túnel”, diz João Leão

A Comissão Europeia revelou hoje uma visão bastante otimista para a recuperação de Portugal, prevendo um crescimento de 3,9% do PIB em 2021 e de 5,1% para o próximo ano. No conjunto dos dois anos, o desempenho da economia portuguesa deverá ser superior ao da média da área do euro, permitindo que Portugal retome o caminho de convergência iniciado em 2016.

“Estamos a aproximar-nos a passos largos do fim do túnel. A recuperação está em andamento. Estou confiante que Portugal apresentará um crescimento muito forte”, referiu João Leão, ministro das Finanças, em reação ao relatório da Comissão Europeia.

As previsões da Comissão Europeia apontam ainda para que a recuperação da economia portuguesa seja assente num crescimento forte do investimento privado e público, colocando o país em 2022 com um nível de investimento público em percentagem do PIB semelhante ao da média da área do euro. Para este resultado, refere o Governo num comunicado, “contribui o início do Programa de Recuperação e Resiliência, com a CE a estimar que a execução em percentagem do PIB em Portugal seja a quarta mais elevada da União Europeia.”

“Não podemos agora perder o foco. Vamos manter os apoios para os setores mais afetados para assegurar uma recuperação inclusiva. A resiliência das nossas empresas e trabalhadores foi exemplar, e a recuperação rápida será prova disso”, salienta João Leão.



Comentários
Loading...