Estado de Emergência: «Neste momento, nada justifica a alteração das coisas», diz Costa

«Neste momento, nada justifica a alteração das coisas. Têm estado a correr muitíssimo bem», considerou o chefe do Governo, no final de uma visita às obras de recuperação do antigo Hospital Militar de Belém, em Lisboa, sobre o prolongamento do estado de emergência, que termina esta semana.

Costa disse que «o Presidente da República tomará esta semana a iniciativa de renovar ou não o estado de emergência» e que, nessa altura, o Governo dará a sua opinião e haverá uma decisão da Assembleia da República. «Creio, sem fazer futurologia, que o expectável é que, sabendo nós que temos tido sucesso – felizmente – em baixar o pico desta pandemia, isso significa que vamos ter de prolongar também as medidas que têm vindo a ser adoptadas, com estado de emergência ou sem estado de emergência».

A situação será reavaliada após um encontro com especialistas. Na terça-feira haverá nova sessão técnica sobre a situação epidemiológica da Covid-19 no país, no Infarmed, e no dia seguinte, Marcelo Rebelo de Sousa deverá renovar o estado de emergência, que actualmente vigora até 2 de Abril.

Contudo, o Presidente da República e o próprio primeiro-ministro já vieram admitir que a extensão do Estado de Emergência é provável, dada a evolução da situação da pandemia de Covid-19 em Portugal. O estado de emergência foi decretado numa altura em que o pico da doença estava previsto, pela Direção-Geral da Saúde (DGS), para meados de Abril.

O estado de emergência vigora durante 15 dias, podendo ser prolongado. A única vez que o país viveu em estado de sítio foi a 25 de Novembro, em 1975, durante a revolução.

Portugal tem já praticamente seis mil casos confirmados de infecção por Covid-19, segundo o último relatório da DGS. São 5962, mais 792 que no boletim anterior. Em apenas cinco dias, duplicou o número de casos confirmados. O número de vítimas mortais também subiu, para 119.

Costa: «O país vai entrar no mês mais critico»

Ler Mais

Comentários
Loading...