Esta parceria vai apoiar estudantes a transformar ideias em modelos de negócio

A partir da sua metodologia de aceleração de startups e colaboração com empresas utilizada em diferentes geografias, a Beta-i foi contratada para dar suporte ao Entrepreneurship Hub, uma iniciativa que decorre no âmbito da componente de Action Learning do International MBA em 2021.

Esta componente permite que os alunos personalizem o tipo de formação e aprendizagem prática que pretendem ter no MBA, podendo fazer um trabalho em contexto de empresa, participar num projecto de consultoria internacional ou aderir ao Entrepreneurship Hub.

Através desta opção que a parceria tem efeito, os estudantes que apresentarem maior vocação para o empreendedorismo e escolherem a formação nesta área poderão ter acesso a uma experiência de aprendizagem com os especialistas da Beta-i, que vão transmitir conhecimentos práticos e orientação sobre os aspetos mais relevantes para a transformação de ideias em soluções de aplicação viável no mercado.

«Estamos muito satisfeitos com a concretização desta parceria com o melhor MBA do país: apesar de já estarmos ligados a projectos de formação, é a primeira vez que nos associamos a um modelo de ensino desta natureza. Ao apoiarmos o The Lisbon MBA Entrepreneurship Hub, estamos a proporcionar aos alunos a possibilidade de darem um passo prático na concretização das suas ambições enquanto empreendedores», afirma Eduardo Sette Camara, Head of Acceleration da Beta-i.

«Desenvolver competências de empreendedorismo e um mindset empreendedor são indispensáveis para qualquer líder, seja no contexto de startup ou corporativo. O foco no empreendedorismo (e intra-empreendedorismo) faz parte do ADN do the Lisbon MBA Católica|Nova, que há mais de 10 anos colabora com o MIT Sloan, escola de negócios pioneira nesta disciplina. Esta parceria com a Beta-i é um passo adicional nesta direcção, de formar os nossos alunos com uma abordagem hands-on. Construir uma startup é um desafio que envolve diferentes competências, contar com especialistas e mentores qualificados da Beta-i, que irão apoiar os nossos alunos durante todo o processo de impulsionar a sua ideia de negócio, é uma vantagem competitiva para todos nesta parceria», refere Maria José Amich, directora executiva do the Lisbon MBA Católica|Nova

O the Lisbon MBA Católica|Nova vai seleccionar até sete empreendedores para fazerem parte do programa, sendo que, ao longo de seis semanas, os participantes passarão por três fases de trabalho intensivo, com workshops e sessões de mentoria.

A primeira fase terá como foco o crucial tema da Validação e Desenvolvimento de Protótipo, e vai desafiar os alunos a desenvolver as suas ideias e iniciar o seu processo de confirmação do potencial de negócio.

A segunda fase do programa será focada na Abordagem ao Mercado, sendo que através dos dados adquiridos nas primeiras duas semanas do programa, os alunos começarão a planear o lançamento da startup no mercado e a aprender como construir uma base de clientes.

Na terceira fase, os alunos vão aprender quais as principais métricas de negócio e potenciais modelos de negócios digitais que podem ser exploradas pelas startups, bem como a construir e apresentar um argumento de venda para investidores.

Por fim, o the Lisbon MBA Católica|Nova vai promover a oportunidade de apresentar os seus pitches à turma, e participantes do ecossistema empreendedor ligado a Beta-i, como investidores ou outros potenciais interessados.

Ler Mais

Artigos relacionados
Comentários
Loading...