Espanha: Ministério do Trabalho e da Economia Social sofre ciberataque

O ministério do Trabalho e da Economia Social espanhol foi alvo de um novo ciberataque, anunciou a tutela na sua página oficial de Twitter.

“O Ministério do Trabalho e Economia Social foi afetado por um ataque informático. Os funcionários técnicos do Ministério e do Centro Nacional de Criptologia estão a trabalhar conjuntamente para determinar a origem e restaurar a normalidade o mais rapidamente possível”, é referido na publicação.

O ataque ocorreu três meses após o sistema de informática do Serviço Público de Emprego do Estado (SEPE) ter sofrido um ‘ciberataque’ semelhante, que impediu o acesso à sua página de internet.

Segundo o ‘Cinco Días’, o serviço de informática SEPE foi infetado, a 9 de março, com o software malicioso ransomware, que criptografa arquivos e bloqueia computadores de forma a obter dinheiro por chantagem, tendo sido afetados mais de 700 escritórios.

Um porta-voz do ministério assegurou ao mesmo meio de comunicação que a SEPE, uma das organizações mais importantes para a cidadania, não foi afetada por este último ataque.

A mesma fonte confirma que se trata de um ransomware, mas não sabem se é o mesmo que atacou o SEPE em março, o chamado Ryuk, responsável por várias ataque nos últimos anos. “O que podemos dizer é que não nos pediram resgate algum”, acrescentou o Ministério.

O ataque a ambas as organizações espanholas ocorre num altura em que se multiplicam os ataques a instituições e empresas em todos os países.

Recorde que, nos EUA, em maio, a Colonial Pipeline Company foi alvo de um ataque informático com ransomware, alegadamente realizado pelo grupo DarkSide, o que obrigou a empresa que gere 45% dos abastecimentos de combustível do leste dos EUA a suspender 8.850 quilómetros de oleoduto entre o Texas e Nova Jérsia.

Ler Mais


Comentários
Loading...