Espaço de cowork português entre os mais invulgares do mundo

O Village Underground, em Lisboa, faz parte da lista da Forbes referente aos espaços de cowork mais invulgares do mundo. São apenas quatro os locais contemplados e um deles é português – a lista tem por base as sugestões de Madison Maidment, COO da Coworker.

Diz a Forbes que o Village Underground é ideal para pessoas criativas em busca de um ambiente de trabalho alternativo. Com uma estrutura assente em contentores e um autocarro de dois andares transformado em restaurante, disponibiliza um estúdio de gravação e sala de reuniões, além dos próprios escritórios. Em paralelo, acolhe eventos de música, arte urbana e skateboarding, entre outros.

Além do Village Underground, a lista destaca também com o OneCoWorkg Marina (Barcelona), o Naplab (Banquecoque) e o Brooklyn Boulders (Somerville). Segundo a Forbes, os espaços de cowork estão a evoluir e já não basta oferecer uma sala com Wi-Fi e tomadas eléctricas. Actualmente, apresentam infra-estruturas variadas – incluindo escorregas – e até aulas abertas ao público.

De acordo com um estudo da Coworking Resources, deverão existe 21.306 espaço de cowork em todo o mundo até ao final deste ano, resultando num aumento de perto de 43% entre 2018 e 2022. Contudo, só nos últimos três anos, verificou-se o encerramento de mais de 900 projectos deste género, reforçando a ideia de que é preciso pensar fora da caixa para atrair clientes.

Artigos relacionados
Comentários
Loading...

Multipublicações

Marketeer
Novo logo do Skype faz lembrar… o do Messenger
Automonitor
Aston Martin DB5 de 007 bate recorde por 5,7 milhões