pub

Endesa tem mais de 100 projetos que podem ir buscar 16 mil milhões aos fundos europeus

A Endesa prepara-se para aproveitar ao máximo as capacidades financeiras que a Comissão Europeia colocou à disposição dos Estados-membros no âmbito do Plano de Recuperação.

A empresa, liderada por por José Bogas, já apresentou ao Governo um total de 110 projetos que envolvem um investimento total de 19 mil milhões de euros, dos quais até 16 mil milhões serão elegíveis – num cenário máximo – para o dinheiro da União Europeia (UE), segundo noticia o ‘elEconomista’. 

Recorde-se que os Estados-Membros podem apresentar os seus planos à Comissão a partir de 15 de outubro, devendo, para tal, registar as suas propostas finais oficialmente até 30 de abril.

Segundo explicou Rafael González, diretor geral da Endesa, à publicação espanhola, a principal linha de projetos em que a empresa está a trabalhar concentra-se na reabilitação e eficiência de edifícios, e para estes serão necessários cerca de 4 mil milhões de euros.

A transição energética de todos os territórios não peninsulares (Ilhas Canárias, Baleares, Ceuta e Melilha) poderá receber até 3.100 milhões de euros para o seu percurso de descarbonização.

Acresce ainda o plano que a empresa desenvolveu com a Deloitte para atingir zero emissões até 2040, que estima o investimento necessário para atingir essa meta em 26 bilhões.

O progresso em projetos de redes inteligentes significaria a chegada de 3.000 milhões; os planos de transição energética na Península rondam os 2.100 milhões de euros e o desenvolvimento do hidrogénio no total de 700 milhões de euros. 

Além disso, a empresa propôs planos de transporte sustentável para 2.200 milhões e haveria outros 900 milhões em planos menores.

A Endesa pretende apresentar o seu próximo plano estratégico no próximo dia 25 de novembro.

Ler Mais
pub

Comentários
Loading...