Empresas vão pagar mais por planos de saúde

Os custos dos planos de saúde disponibilizados pelas empresas aos colaboradores vão aumentar cerca de 3,5% no próximo ano em Portugal, abaixo da média global de 8% e de 5,7% na Europa, mas acima da taxa de inflação estimada em 1,7%.

O relatório ‘2020 Global Medical Trend Rates Report’, divulgado pela seguradora Aon, indica que «mais de 90% das empresas multinacionais presentes» em Portugal «atribuem já um seguro de saúde aos seus colaboradores, permitindo muitas vezes a extensão do mesmo aos familiares».

Na Europa, as doenças cardiovasculares, cancro, perturbações músculo-esqueléticas, diabetes e a elevada pressão arterial são as patologias que mais contribuem para o aumento dos custos com a saúde. No que se refere aos riscos, a inactividade física e da má gestão do stress, os hábitos tabágicos e o envelhecimento são os principais factores para este aumento.

De acordo com o relatório, «em relação ao tipo de despesas médicas, globalmente, os custos com hospitalização e cirurgias são apresentados como os mais importantes para as empresas, seguidos pelos custos com meios auxiliares de diagnóstico (que incluem exames e análises clínicas), prescrição de medicamentos, tratamentos médicos em regime ambulatório e maternidade».

pub

Comentários
Loading...