Elon Musk deixou de pagar a renda ao rei de Inglaterra. Multimilionário em dívida com propriedade de Carlos III

O Twitter está neste momento a ser processado pela Crown Estate, a organização que gere as propriedades do rei do Reino Unido. Elon Musk terá deixado de pagar rendas num edifício que pertence a Carlos III, o que levou a um processo aberto em tribunal.

A notícia foi avançada pela ‘SkyNews’, que avança que a Crown Estate iniciou na semana passada um processo no Supremo Tribunal britânico. Em causa está em falta o pagamento da renda de um edifício alugado pelo Twitter a Carlos III e localizado em Piccadilly Circus, no centro de Londres.

Sabe-se. entretanto, que o edifício em questão alugado pela empresa de Elon Musk tem pouco a pouco retirado todos os logotipos e sinalização do espaço, porém, sem deixar a propriedade de forma oficial.

De acordo com outro jornal britânico, o ‘The Daily Telegraph’, o Twitter assinou um contrato de 2,6 milhões de libras (2,94 milhões de euros) por ano para alugar o terceiro andar deste edifício, mas a ‘Sky News’ avança que a disputa está relacionada com rendas atrasadas do primeiro andar do mesmo prédio.

Recorde-se que esta já não é a primeira vez que o Twitter enfrenta acusações por falta de pagamento de rendas nos seus escritórios. O mesmo já tinha acontecido nos escritórios da empresa em São Francisco, nos Estados Unidos.

Segundo a imprensa internacional esta falta de pagamento de rendas está associado à necessidade urgente de de Musk pagar aos credores os 12,5 mil milhões de dólares (11,5 mil milhões de euros) que pediu emprestado para comprar a rede social, o que talvez o multimilionário nunca pensou é que entre os senhorios do Twitter estaria Carlos III.

Carlos III abdica de lucro de projeto de energia renovável milionário a favor do povo britânico

Ler Mais



loading...

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.