EDPR concluiu processo para aumento do capital social

A EDP Renováveis anunciou hoje que concluiu a venda acelerada de ações no montante de 1,5 mil milhões de euros, através da colocação de 88.250.000 ações junto de investidores institucionais, representando 10,1% do capital social.

Na terça-feira, a EDP Renováveis (EDPR) tinha anunciado que planeava um aumento de capital de cerca de 1,5 mil milhões de euros para financiar parcialmente o plano de investimentos.

Em comunicado enviado hoje à Comissão de Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), a EDPR informa que cada ação tem o preço de 17 euros, “com um desconto implícito de 9,3% sobre o preço de fecho de mercado de dia 02 de março de 2021”.

“Espera-se que os investidores recebam a sua alocação de ações EDPR aproximadamente no dia 05 de março de 2021. Os investidores terão todos os direitos económicos e direitos de voto inerentes a essas ações a partir dessa data”, refere o comunicado da empresa.

Para facilitar a conclusão do ‘accelerated bookbuilding’(ABB – venda acelerada), a EDP – Energias de Portugal S.A. emprestou 88.250.000 ações EDPR ao Citigroup Global Markets Europe AG e à Morgan Stanley Europe SE, explica a empresa na comunicação enviada à CMVM.

“Subsequentemente, o Conselho de Administração da EDPR aprovou uma proposta de aumento de Capital de 1.500.250.000 euros a ser apresentada e votada na Assembleia Geral de Acionistas da EDPR a ser realizada aproximadamente no dia 12 de abril de 2021, através da emissão de 88.250.000 ações ao preço de subscrição de €17,00 por ação”, explica hoje a empresa.

Após a “resolução favorável da Assembleia Geral de Acionistas da EDPR, os Bancos subscreverão integralmente o aumento de capital e devolverão tais 88.250.000 ações à EDP”, explícita a empresa.

Este aumento de capital insere-se no contexto do Strategic update 2021-25 da EDP e da EDPR, divulgado ao mercado no Capital Markets Day realizado no dia 25 de fevereiro de 2021, com o objetivo de financiar parcialmente o “plano de investimentos da EDPR de c.€19 mil milhões para implementar c.20 GW de renováveis até 2025”.

Ler Mais

Artigos relacionados
Comentários
Loading...