Economia espanhola caiu 0,2% no primeiro trimestre e cresceu 1,5% no segundo

A economia espanhola cresceu 1,5% no segundo trimestre deste ano, depois de cair 0,2% nos três meses anteriores, revelou hoje o Instituto Nacional de Estatística (INE) de Espanha, que reviu assim os valores que havia inicialmente estimado.

No caso dos primeiros três meses do ano, a revisão é em baixa, porque a estimativa inicial do INE espanhol era de que o Produto Interno Bruto (PIB) de Espanha tinha crescido 0,2%, o que o número hoje divulgado não confirma, apontando, antes, para uma contração da economia de 0,2%.

Já em relação ao segundo trimestre do ano, a primeira estimativa, de final de julho, era que o PIB de Espanha teria crescido 1,1%, menos quatro décimas do que o valor revisto hoje conhecido.

Para esta revisão em alta entre abril e junho, o INE espanhol destaca o crescimento das exportações (mais 4,9%) e da procura interna (mais 1,2%).

Já no primeiro trimestre, a economia espanhola foi afetada pelo início da guerra na Ucrânia, com a invasão russa de 24 de fevereiro, os efeitos da pandemia da covid-19 e greves nos transportes, segundo o INE.

Em termos homólogos (comparando com os mesmos períodos de 2021), o PIB espanhol cresceu 6,8% no segundo trimestre e 6,7% no primeiro.

No entanto, em 2021, a atividade estava muito condicionada por restrições por causa da covid-19.

Ler Mais



loading...

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.