Dona da Women’Secret recupera 92% das vendas pré-pandemia no primeiro semestre fiscal

A Tendam, empresa têxtil proprietária da Cortefiel e da Women’Secret, encerrou o primeiro semestre do ano fiscal, que decorreu entre março e agosto, com receitas de 515 milhões de euros, 92% do registado no mesmo período de 2019, segundo o ‘Cinco Días’.

Nas palavras do presidente e CEO do grupo, Jaume Miquel, os resultados do primeiro semestre “têm superado as nossas expetativas”.

O executivo destacou que todas as marcas e canais tiveram um comportamento muito positivo e que a empresa registou um crescimento online de 35,4%.

“O negócio digital representa 13% das vendas totais do grupo e 16% em Espanha, e a sua receita é 84,5% superior à que gerava há dois anos”, comentou Miquel, referindo que as marcas Cortefiel e Pedro del Hierro registaram 61%.

Em setembro, as vendas totais foram 21,6% superiores às do mesmo mês de 2020, estando 4,5% acima dos níveis de setembro de 2019, “colocando a recuperação dos níveis pré-Covid este ano um ano antes do previsto”, destacou a empresa.

A Tendam reportou ainda um EBITDA de 131,5 milhões, 65% superior ao registado em 2020 e apenas 5% abaixo de 2019, somando cinco trimestres positivos consecutivos.

“A evolução do primeiro semestre, o comportamento das iniciativas de crescimento do plano estratégico, e o bom início do segundo semestre, fazem-nos considerar que, apesar das pressões macroeconómicas relacionadas com o abastecimento e logística, a Tendam está bem posicionada para continuar a melhorar as suas projeções para o final do ano”, acrescentou o CEO da empresa têxtil.

Ler Mais


Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.