Do hidrogénio à mobilidade elétrica: EDP vai distinguir projetos de investigação na área da energia

A EDP lança mais uma edição do EDP Labelec Merit Award, que pretende distinguir a investigação em diversas áreas, como o hidrogénio ou a mobilidade elétrica.

De acordo com a empresa, este ano, o prémio pretende voltar a distinguir os melhores trabalhos de investigação na área da energia. Depois do sucesso da primeira edição, em 2022, este prémio de excelência académica abriu nova fase de candidaturas dirigida a universitários que tenham desenvolvido teses de doutoramento sobre o setor energético em qualquer um dos 29 mercados em que a EDP tem atividade. As inscrições arrancam esta terça-feira, 24 de janeiro, e prolongam-se até 30 de março.

Com o objetivo de incentivar e distinguir a investigação na área da energia e, em simultâneo, ajudar a encontrar novas abordagens com potencial de aplicação à realidade empresarial, o prémio EDP Labelec Merit Award irá atribuir 20 mil euros à tese de doutoramento vencedora.

Nesta segunda edição, o prémio promovido pela EDP Labelec e EDP New – duas empresas do grupo focadas no desenvolvimento de projetos de inovação na área da energia –, procuram os melhores trabalhos de investigação em seis áreas específicas: energia renovável, redes, produção distribuída e mobilidade elétrica, hidrogénio verde, armazenamento de energia e descarbonização.

O processo de seleção de avaliação e seleção dos 20 melhores candidatos será assegurado por uma Comissão Técnica da EDP Labelec e da EDP New, sendo depois escolhidas as cinco melhores teses por uma Comissão de Avaliação da EDP. Na etapa final, um júri constituído por personalidades reconhecidas e externas à empresa fará a escolha da tese de doutoramento vencedora.

Na primeira edição do EDP Labelec Merit Award, que contou com 57 candidaturas, foram premiadas, ex aequo, duas teses de doutoramento com foco nas energias renováveis. Carla Sofia da Silva Gonçalves, da Universidade do Porto, foi distinguida pelo trabalho “Renewable Energy Forecasting – Extreme Quantiles, Data Privacy and Monetization” (doutoramento em Matemática Aplicada) – uma tese que pretende contribuir para aumentar a quota de fontes de energia renováveis de três formas: ajudar os decisores através da modelação de quantis de potência extrema dadas as previsões meteorológicas; garantir que vários agentes de energia possam realizar previsões colaborativas e desenvolver um mercado de dados para promover tal previsão colaborativa.

A outra distinção foi para Simon Camal, da Escola MINES Paris Tech, Paris Science and Letters University (doutoramento em Energia e Processos), pela sua tese sobre “Forecasting and optimization of ancillary services provision by renewable energy sources”. Neste caso, o seu trabalho de investigação aponta para uma solução que reduz a incerteza em agregar produção renovável dispersa para obter um perfil de produção mais suave e a operação dentro de um sistema de controlo de central virtual. Esta tese propõe métodos de previsão de produção renovável agregada e estratégias para a oferta conjunta de energia e serviços renováveis.

Pode inscrever-se de dia 24 de janeiro a 30 de março de 2023 através do site da EDP Labelec.

Blackrock reforça participação no capital da EDP Renováveis para 3%

Ler Mais



loading...

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.