Demência de Salgado é carta da Defesa para escapar à prisão

A demência de Ricardo Salgado poderá ser usada pela defesa do ex-banqueiro para evitar a prisão. Os advogados de Salgado insistem que Salgado poderá ter Alzheimer e exigem a realização de uma perícia médica que o comprove.

“A perícia visa averiguar a possível inimputabilidade por anomalia psíquica do arguido. (…) Em função do resultado, esta perícia pode relevar para o tribunal ficar dotado de condições e suporte clínico-médico para avaliar a aplicação do artigo 106º do Código Penal, que vincula o tribunal a determinar, imediatamente, a suspensão da execução de uma eventual pena de prisão a aplicar ao agente sem perigosidade”, pode ler-se na defesa no requerimento, divulgada hoje pelo ‘Correio da Manhã’.

A posição do Tribunal é que Ricardo Salgado “é que sabe se está com capacidade de vir testemunhar. Se o tribunal reconhecer que há alguma dificuldade, aí podemos pedir a perícia”, revela a mesma fonte.

Realizam-se no próximo dia 22 de outubro alegações finais do caso. De acordo com a mesma fonte, Ricardo Salgado arrisca uma pena de prisão de um a oito anos.



Comentários
Loading...