Curso superior universitário mais antigo da área de Serviços Sociais em Portugal celebra 25 anos

Para assinalar os 25 anos da criação pioneira da Licenciatura em Serviço Social, a Faculdade de Ciências Humanas da Universidade Católica Portuguesa anunciou esta segunda-feira a atualização do plano curricular, com o objetivo de aproximar a licenciatura dos problemas sociais do mundo atual, adaptando algumas unidades curriculares para fazerem face às exigências do mercado de trabalho de hoje.

Esta reformulação conta com a introdução de uma nova unidade curricular, a de Laboratório de Serviço Social e Direitos Humanos, mas a redução de número de unidades curriculares por semestre, para que os alunos possam apostar na componente experiencial, como os estágios, que podem agora começar no primeiro semestre do segundo ano da licenciatura.

“A complexidade do atual mundo em que vivemos exige novas abordagens aos problemas sociais, e o novo plano curricular da licenciatura em Serviço Social vem responder a essa exigência.” explica Inês Guerra, coordenadora da Licenciatura de Serviço Social. E acrescenta: “Formamos assistentes sociais para atuar no desenvolvimento social e humano da sociedade, com conhecimento, ética e sensibilidade. A alteração feita para que a componente de estágio comece mais cedo vem também neste sentido, para que os novos profissionais aprendam de forma ativa e prática, percebendo desde cedo o caminho que poderão querer para as suas carreiras. A forte aposta na componente de estágio é também uma das razões que explica o facto de termos uma taxa de empregabilidade de 90%, uma das mais altas do país nesta área.”

Para além dos estágios, os alunos do curso vão poder assistir a seminários e ter unidades curriculares com orientação laboratorial, assim como um regime tutorial de apoio a cada aluno.



Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.