Cuatrecasas lança programa inovador que prevê dois dias de teletrabalho para colaboradores

A Cuatrecasas lançou a 15 de novembro o programa Cuatrecasas Smart Work, com o objetivo de implementar uma política de trabalho flexível, preconizada no plano estratégico da firma para o triénio 2021-2023 e que visa promover a conciliação entre a vida pessoal e profissional dos colaboradores (advogados e profissionais da organização), através de um modelo de trabalho inovador que combina a presença no escritório com o teletrabalho. O Cuatrecasas Smart Work é o culminar de um processo participativo interno que nasce de um largo período de reflexão para o qual puderam contribuir todos os colaboradores da firma. Resulta, em larga medida, da experiência adquirida durante os meses de confinamento em que vigorou o regime de teletrabalho, ao longo dos quais os colaboradores da Cuatrecasas demonstraram um enorme sentido de responsabilidade, assegurando que a sociedade se mantivesse plenamente operacional.

Este programa, cuja adesão é voluntária e que irá ser aplicado em todos os escritórios e na generalidade dos departamentos, permite que os colaboradores da Cuatrecasas optem por dois dias completos de teletrabalho, sendo um deles a sexta-feira e o outro terça-feira ou quarta-feira, consoante a preferência individual de cada colaborador. Nos restantes dias da semana, o trabalho será realizado no escritório.

O novo modelo implica uma melhor e mais eficiente organização, planificação e coordenação do trabalho a realizar: nos três dias presenciais deverá privilegiar-se o trabalho em equipa e todas as atividades em que o relacionamento pessoal ou a interação presencial acrescentem valor, designadamente reuniões de trabalho colaborativo, reuniões com clientes, eventos internos ou externos ou reuniões de avaliação, enquanto os dois dias de teletrabalho deverão ser dedicados primordialmente a atividades que requerem uma maior concentração individual, como a análise, revisão e elaboração de documentos ou tarefas de gestão administrativa, entre outras.
No primeiro ano após a integração na Cuatrecasas, os colaboradores terão um regime transitório que prevê apenas um dia semanal de teletrabalho, de forma a promover a formação e reforçar a integração e coesão interna.

Este regime será ajustável sempre que necessário, seja por razões de organização interna, seja por conveniência na gestão de assuntos de clientes. Por outro lado, não serão abrangidos no programa os colaboradores com funções cuja natureza requeira a presença permanente no escritório.

O programa será reavaliado após os primeiros meses de aplicação, em função das experiências individuais e dos resultados coletivos.

Desde 2016 que a Cuatrecasas tem vindo a desenvolver diversos programas-piloto para testar modelos de trabalho mais flexíveis e políticas que favorecem a conciliação entre a vida profissional e a vida pessoal, dotando-se das ferramentas tecnológicas necessárias para tornar o teletrabalho possível para todos os colaboradores. Estes programas permitiram constatar a boa aceitação do teletrabalho por parte dos colaboradores, assim como a rápida e eficiente adaptação por parte das diversas equipas envolvidas. Paralelamente, durante o confinamento foram disponibilizados meios aos colaboradores (designadamente cadeiras ergonómicas e monitores) para terem condições adequadas de teletrabalho nos respetivos domicílios e foi também reforçada a sua formação no sentido duma maior capacitação digital e da melhor gestão do trabalho remoto.

Ler Mais


Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.