Covid-19: Vacina da CureVac deve receber luz verde da UE em junho, diz CEO

O CEO da farmacêutica alemã CureVac espera que a sua vacina contra a Covid-19 receba aprovação por parte da Comissão Europeia no segundo trimestre deste ano, mais concretamente no início de junho, avança a ‘CNBC’.

Em declarações à estação norte-americana, Franz-Werner Haas revelou que a empresa estava perto de finalizar o recrutamento para o ensaio clínico de Fase 3. Depois disso, a aprovação não deve demorar muito a surgir, dada a necessidade urgente de ter mais vacinas eficazes contra o coronavírus, adiantou.

“Esperamos, de acordo com os nossos cálculos, que no final de abril ou início de maio tenhamos todos os dados completos”, disse Haas, citado pela CNBC. “Ou seja, devemos obter aprovação europeia depois da análise desses dados, no início de junho.”

Assim que o ensaio clínico começar, a CureVac irá aguardar pelos dados de segurança, conduzindo depois uma análise provisória dos resultados em estágio final. Adicionalmente, a empresa terá que esperar até que um certo número de participantes do ensaio contraia a Covid-19, de forma a testar quão eficaz é a vacina na prevenção da doença.

Os dados são então submetidos às autoridades reguladoras da União Europeia (UE), neste caso a Agência Europeia do Medicamento (EMA), no que é classificado de processo de “revisão contínua”. Tendo a aprovação do regulador, a Comissão pode depois dar luz verde à vacina para comercialização no bloco.

O Reino Unido e a UE já encomendaram até 455 milhões de doses da vacina de mRNA da CureVac, sujeita ainda à aprovação regulatória. A empresa já está a produzir a sua vacina antecipadamente, apesar de ainda não ter sido autorizada pelos reguladores.

Ler Mais

Artigos relacionados
Comentários
Loading...