Covid-19: Suspensão de voos e uso de máscara em espaços fechados. Começa hoje uma nova fase de restrições em Itália

O governo italiano decidiu adoptar um novo conjunto de restrições para combater a pandemia da Covid-19, que entram em vigor a partir de hoje, dia 15 de Julho. Com um novo decreto, o ministro da Saúde italiano, Roberto Speranza, vai implementar novas regras que serão válidas até 31 de Julho, de acordo com a Forbes.

«Não podemos anular os sacrifícios dos italianos», refere o ministro da saúde justificando que a nova prorrogação se prende com «a grave situação de contágio» verificada em várias zonas do mundo.

As novas restrições incluem a suspensão de voos de e para uma lista de 13 países fora da União Europeia (UE), considerados problemáticos no contexto do contágio da Covid-19: Arménia, Bahrein, Bangladesh, Brasil, Bósnia-Erzegovina, Chile, Kuwait, Macedónia do Norte, Moldávia, Omã, Panamá, Peru e República Dominicana.

De acordo com a imprensa italiana a lista provavelmente deverá ser alargada nos próximos dias, incluindo também países como o México.

Para além disso, o novo decreto prorroga o encerramento de discotecas, feiras e congressos até 31 de Julho.

Por fim, o decreto amplia a obrigação de utilizar máscaras de protecção em espaços fechados, bem como o cumprimento de uma distância de segurança de um metro, enquanto o tele-trabalho continua a ser incentivado. Para além disso, os empregadores têm o dever de higienizar os locais de trabalho diariamente.

A prorrogação do estado de emergência ainda não foi definitivamente descartada, é uma situação que ainda se encontra a ser analisada. «Acho que é claro para todos que não considero a fase de emergência encerrada», afirmou Speranza, acrescentando «Estou convencido de que o estado de emergência estará ligado a um período excepcional e limitado no nosso país».

Ler Mais
pub

Comentários
Loading...