Covid-19: Receio de nova vaga na Europa faz cair petróleo abaixo do patamar dos 80 dólares

Os futuros sobre o barril de petróleo Brent – referência no mercado europeu – com entrega prevista para 21 de dezembro caiu 3,01% para os 78,08 dólares, contra os 81,24 dólares com que fechou o dia de ontem e alta de 85,99 dólares que atingiu em outubro.

Por sua vez, o barril de ouro negro do West Texas Intermediate (WTI) afundou 3.02%, para os 76,04  dólares, contra os 78,41 com que fechou o dia de ontem e a alta de 80 dólares que atingiu em outubro.

Esta inversão da tendência positiva é explica pelo receio da propagação de novos casos na Europa.

Milton Severo, do Instituto de Saúde Pública da Universidade do Porto (ISPUP) considera que o vírus que causa a Covid-19 “veio para ficar”, apresentando picos na altura do inverno.

“Eu diria que a COVID-19 veio para ficar de uma forma endémica e, portanto, normal, provavelmente com ondas sazonais com um “pico” no inverno devido às condições mais propícias para a sua propagação, e, talvez, com uma onda menor no verão, devido ao aumento do número de contactos entre as pessoas”, disse.

O responsável fez ainda um balanço deste quase dois anos. “O balanço é razoável, uma vez que estamos no meio da tabela a nível europeu, no que toca ao número de casos e ao número de mortes por habitante desde o início da pandemia”, afirmou. “Adicionalmente, faço um balanço bastante positivo na adesão dos portugueses à vacinação e também no cumprimento dos confinamentos totais, acrescentou.

“Contudo, há que realçar que existiram também aspetos menos positivos, como por exemplo, os períodos em que não estivemos nem totalmente confinados, nem totalmente desconfinados, o que aconteceu nos verões de 2020 e 2021 e em novembro de 2020”, ressalvou.

Ler Mais


Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.