Covid-19: Quer ir de férias sem quarentena obrigatória? Pode fazê-lo na Islândia…por 100 euros

Devido à pandemia do novo coronavírus são cada vez mais os países que aliviam as restrições de viagens, mas obrigam os cidadãos que chegam do estrangeiro, a passar por um período de quarentena.

Tendo em conta essa situação, a Islândia quer antecipar-se a outros destinos turísticos, estabelecendo que os viajantes que cheguem ao país podem evitar a quarentena obrigatória, se pagarem cerca de 100 euros por um teste, realizado no local, numa tentativa de recuperar a economia afectada pela Covid-19, avança a agência ‘Bloomberg’.

Os testes serão gratuitos até ao início de Julho, depois disso, os passageiros que chegarem ao país vindos do exterior, terão a opção de isolar durante duas semanas ou pagar pelo teste, segundo o anúncio do Ministério da Saúde da Islândia, divulgado esta sexta-feira.

O turismo responde por quase metade da receita de exportação da Islândia depois de este sector ter substituído o bancário, como a principal fonte de dividendos após a crise financeira global. A captação de visitantes é essencial para reactivar a economia, que deverá contrair cerca de 8% este ano.

Outros países europeus dependentes de turismo, como é o caso da Grécia estão a seguir estratégias semelhantes, permitindo que os visitantes vindos do estrangeiro cheguem, com regras que variam de acordo com o aeroporto de origem.

O Reino Unido, por outro lado, mantém-se irredutível no seu plano de impor uma quarentena obrigatória para os turistas, um facto que incomodou as companhias aéreas e agências de viagens.

A Islândia, com uma população de 365 mil habitantes, foi um dos países mais bem-sucedidos no combate à pandemia, conseguindo limitar as infecções e realizar, de forma ampla, testes de diagnóstico. O país registou apenas alguns novos casos desde o início de Maio, estando actualmente a caminho de aliviar as restrições.

Ler Mais
pub

Comentários
Loading...