Covid-19. Preços sobem em Junho. Inflação homóloga estimada em 0,2%

A taxa de variação homóloga do Índice de Preços no Consumidor (IPC) terá sido 0,2% este mês, o que representa uma subida de 0,9 pontos percentuais (p.p.) à taxa registada em Maio, segundo dados do Instituto Nacional de Estatística, divulgados esta terça-feira.

«Tendo por base a informação já apurada, a taxa de variação homóloga do Índice de Preços no Consumidor (IPC) terá sido 0,2% em Junho de 2020, taxa superior em 0,9 pontos percentuais (p.p.) à registada em Maio», refere o INE.

De notar que, de acordo com o INE, o indicador de inflação subjacente (índice total excluindo produtos alimentares não transformados e energéticos) terá registado uma variação de 0,3%, ou seja, mais 0,7 p.p. à registada no mês anterior.

A taxa de variação homóloga do índice relativo aos produtos energéticos terá sido -7,6%, ou seja, menos negativa do que em Maio (-10,9%), acrescenta o gabinete de estatísticas nacional.

Em relação ao mês anterior o IPC terá aumentado 0,9%. Estima-se uma variação média nos últimos doze meses de 0,1%, valor igual ao registado no mês precedente.

O Índice Harmonizado de Preços no Consumidor português terá registado uma variação homóloga de 0,3%, isto é, mais 0,9 p.p. ao registado em Maio.

Os dados definitivos referentes ao IPC do mês de Junho serão publicados no próximo dia 10 de Julho.

Ler Mais
pub

Comentários
Loading...